{Resenha} O Crime do Vencedor

quarta-feira, 3 de maio de 2017

{Resenha} O Crime do Vencedor

Sinopse

"Existe a tentação e existe a coisa certa a se fazer. E está cada vez mais difícil para Kestrel fazer a melhor escolha. Um noivado imperial significa uma celebração após a outra: cafés da manhã com cortesãos e dignatários influentes, bailes, fogos de artifício e festas até o amanhecer. Para Kestrel, porém, significa viver numa gaiola forjada por ela mesma. Com a aproximação do casamento, ela deseja confessar a Arin, seu ex-escravo e atual governador de Harren: só aceitou se casar com o príncipe herdeiro do império em troca da liberdade dele, Arin. Mas será que Kestrel pode confiar nele? Ou, pior: será que pode confiar em si mesma? No jogo do poder, Kestrel está se tornando perita em blefes. Age como uma espiã na corte. Se for pega, será desmascarada como traidora de seu próprio império. Ainda assim, ela não consegue deixar de buscar uma forma de mudar seu terrível mundo... e está muito perto de descobrir um segredo tenebroso. Nesta sequência fascinante e devastadora de A maldição do vencedor, Marie Rutkoski desvela o alto custo de mentiras perigosas e alianças pouco confiáveis. A revelação da verdade é iminente e, quando finalmente vier à tona, Kestrel e Arin vão descobrir o preço exato de seus crimes."
O Que Achei

"Em sua mente, Kestrel jogou as peças."
Após a inesperada reviravolta nos capítulos finais de A Maldição do Vencedor, primeiro livro da Trilogia, o Crime do Vencedor parte exatamente de onde seu antecessor parou: em meio ao caos, uma Herran independente (mais ou menos), um noivado arranjado e o início de uma nova guerra. Lady Kestrel está de volta. Com seus esquemas tortuosos, seu coração íntegro, os dois reinos com os quais ela tem jogado e um amor proibido arrebatador.
“-Você busca o império e um marido que possa manipular com a mesma facilidade que essas peças de jogo.”

{Resenha} Tempestade de Cristal

segunda-feira, 1 de maio de 2017

"MAGNUS e CLEO são forçados a testar a força de seu amor quando Gaius retorna à Mítica dizendo não mais ser o Rei Sanguinário, mas, sim, um homem mudado buscando redenção. LUCIA, grávida do filho de um Vigilante, escapou das garras do Deus do Fogo. Seus poderes estão enfraquecendo enquanto ela segue em frente para completar a profecia que manterá seu bebê a salvo... JONAS volta para Mítica com um plano para tirar Amara do poder, mas o destino toma às rédeas quando ele vai em direção à bela princesa Lucia e se junta a ela em sua perigosa jornada. AMARA tomou o trono de Mítica, mas sem uma forma de liberar a magia da água presa em seu cristal roubado, ela nunca será capaz de encontrar glória e conseguir sua doce vingança. E qual tipo de escuridão cairá - e quem estará salvo - depois que o Príncipe Ashur revelar o perigoso preço que ele pagou para enganar a morte?"
De volta à Mítica, continuamos exatamente de onde paramos. E quando digo exatamente, é exatamente mesmo, no próximo segundo. Cleo e Magnus estão ali, vendo o corpo do Gaius no fundo do penhasco, mas a vida é uma caixinha de surpresas! O desgraçado não morreu gente! E pra piorar, ainda vem falar que acha que a Cleo está amaldiçoada assim como a mãe, podendo morrer ao dar a luz. Aí pronto, o Magnus entra no celibato, o que gera cenas maravilhosas de tensão sexual, mas ao mesmo tempo deixa a gente na mão. Poxa Morgan, virou freira?

Mas pulando esses problemas de cunho amoroso/sexual, Magnus descobre que sua avó, mãe de Gaius, pasmem, ainda está viva e é uma bruxa. Foi ela que enfeitiçou o rei o tornando praticamente “imortal”, o canalha se regenera sempre que ferido, mas tudo possui uma falha, além de envelhecer normalmente, esse feitiço tem um preço e uma data de validade. Então, Magnus, Cleo e Gaius se juntam para encontrar a bruxa e tentar conseguir o máximo de ajuda dela possível, até porque Amara está voltando com toda força para Mítica e eles não podem deixá-la conquistar os reinos. Lógico que tudo isso deixa a gente com o pé atrás... Quem é essa senhora? Ela é boa? Ela é má? Por que ela era tida como morta? Quanto poder ela tem? O que raios vai ser de todo mundo? Quanto mais Magnus e Cleo terão que suportar já que Gaius claramente não aprova o amor dos dois? (Eu aprovo com todo meu ser, vai na fé Magneo)