{Resenha} Amor de Cordel

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Amor de Cordel


Sinopse
"Aos 38 anos de idade, Carolina Borges achava que tinha a vida perfeita. Casada com Miguel, era feliz mesmo sem ter realizado o sonho da maternidade. No entanto, a convivência com o marido e seu bom desempenho profissional a deixavam satisfeita e segura. O destino lhe prega uma peça e, sem esperar, ela vê sua vida se modificar significativamente. Seu casamento chega ao fim, e sua carreira como terapeuta ocupacional, que sempre lhe proporcionou alegrias, passa a torturá-la. Isso acontece quando o jovem arquiteto Alexandre Bastos entra em seu consultório pela primeira vez, despertando em Carol sentimentos conflituosos que a farão repensar seus valores e a obrigarão a sair de sua zona de conforto para se arriscar em terrenos desconhecidos que poderão colocar em risco sua própria vida. Permeado por traições e intrigas, Amor de cordel é um romance contemporâneo que traz à tona assuntos do universo feminino, além de despertar a paixão até nas mulheres mais modernas e independentes."
O Que Achei
"O apartamento ainda não estava todo mobiliado, mas tinha o suficiente para me acomodar e eu estava pronta para iniciar uma nova etapa na minha vida." - Carolina
Amor de Cordel é um romance contemporâneo nacional, escrito pela autora Andrea Marques. Sua personagem central é Carolina, uma mulher de 38 anos, recém divorciada, que se vê com uma tarefa desafiadora depois de anos de estabilidade e, porque não dizer, comodismo. Carolina precisa se redescobrir.

Trabalhando naquilo que ama, e com um casamento sólido, Carol acreditava estar no caminho certo para uma vida feliz e tranquila. Exceto pelo fator surpresa, que mudou o seu destino. Miguel, o homem com quem foi casada durante 12 anos, conheceu outra pessoa e quer se divorciar. O baque repentino abalou as estruturas de Carol, mas não a derrubou. E é nesse ponto que somos apresentados a uma mulher forte e determinada, pronta para se reaprender.

{Resenha} Outro Dia

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Outro Dia

Sinopse

"Neste livro, a história de "Todo Dia" é mostrada sob o ponto de vista de Rhiannon. A jovem, presa em um relacionamento abusivo, conhece A, por quem se apaixona. Só que A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Mas embarcar nessa paixão também traz desafios para Rhiannon. Todos eles mostrados aqui."
O Que Achei
A resenha de hoje é diretamente relacionada à minha última resenha, do livro Todo Dia, que você pode encontrar completa aqui (o que eu recomendo muito que você faça rsrs). Caso não queira ler a resenha completa, vou resumir um pouquinho para vocês entenderem melhor a história de Outro Dia.

O primeiro livro, Todo Dia, conta a história de “A,” uma pessoa que na verdade habita o corpo de outras pessoas por um dia, sempre mudando de corpo, independente do gênero, etnia, classe social e qualquer outro fator além de uma limitação de distância e idade, sobre a qual ele não tem nenhum controle. Quando "A" acorda no corpo da pessoa que vai hospedá-lo por um dia, ele acessa as lembranças dessa pessoa e tenta viver esse dia causando o mínimo de interferência possível. Mas isso muda no dia em que ele acorda no corpo de Justin, que namora a Rhiannon, mas não a trata muito bem. “A” logo se interessa por aquela menina que parece tão perdida e triste e acaba proporcionando um dia maravilhoso para ela, quebrando sua regra de não interferir e também se apaixonando por ela. Mas ele então muda de corpo, é claro, e acompanhamos sua saga para encontrar e ficar com a pessoa que ama, apesar de todas as dificuldades.