{Resenha} O Vilarejo

sexta-feira, 17 de março de 2017

Sinopse
"Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome. As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão." 
O Que Achei
Recebi diversas indicações sobre os livros de Raphael Montes e como eu iria amar -los. Com um bate-papo e sessão de autógrafos marcados aqui em BH, foi a minha chance de adquirir pelo menos um de seus livros (acabei comprando os dois disponíveis pra venda). Comecei a leitura pelo "O Vilarejo" que se mostrou uma leitura rápida e me impressionou, nunca tinha lido nada do tipo escrito por mãos brasileiras.

Eu sou uma pessoa que ama filmes de terror, histórias de terror, essa apreensão, suspense, o susto... E eu estava mesmo na vibe de algo mais tenso, então não poderia ter escolhido um livro melhor pra terminar a noite de domingo. O livro é composto por 7 contos, cada um relacionado à um demônio e seu respectivo pecado capital. Já amei a temática por aí, já que "Se7en" é um dos meus filmes favoritos. Não sou facilmente impressionável, mas sei quando histórias podem impressionar terceiros e tenho certeza que os contos desse livro vão causar estranhamento, enojamento e medinho nos meros mortais!

{Resenha} Mil Pedaços de Você

quarta-feira, 15 de março de 2017

Mil Pedaços de Você

Sinopse
"Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas. Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Paul, no entanto, não considerou um fator fundamental: Marguerite. A filha do renomado cientista Henry Caine não sabe se é capaz de matar, mas, para vingar a morte de seu pai, está disposta a descobrir. Com a ajuda de outro estudante de física, a garota persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Será que as mesmas dúvidas entre eles estão destinadas a surgirem, de novo e de novo, em todas as vidas dos dois? Em meio a tantas existências drasticamente diferentes — uma grã-duquesa na Rússia czarista, uma órfã baladeira numa Londres futurista, uma refugiada em uma estação no meio do oceano —, Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?"
O Que Achei
O livro conta a história de Marguerite, uma jovem de 17 anos, cujos pais são cientistas famosos. A premissa gira em torno da descoberta de infinitas dimensões que constituem o nosso universo. Baseadas em cada escolha, temos infinitas possibilidades, versões distintas de nós mesmos que compõem essas incontáveis dimensões. Elas, portanto, retratam um mesmo mundo, mas com caminhos individuais distintos. A mãe de Marguerite é a responsável pela invenção do século: o Firebird. Um mecanismo que permite o deslocamento entre as dimensões.

A construção do enredo é intrigante e única. O pai de Marguerite foi assassinado, e o principal acusado é Paul Markov, pupilo e amigo da família, que fugiu levando o último Firebird. Marguerite quer vingança e, para isso, viajará entre as dimensões ao lado do amigo Theo em busca do assassino.

{Resenha} Tão Insano Quanto Você

segunda-feira, 13 de março de 2017



"Darren, personagem principal, é um garoto de 15 anos que tenta lidar com os dilemas diários de um adolescente - pais separados, a mãe que está praticamente sempre viajando, o melhor amigo vivendo longe, o irmão morando fora de casa devido à faculdade, problemas com sua auto-imagem e dúvidas de como se relacionar com o sexo oposto. O garoto nem chegou a imaginar que mais um aspecto, para ele muito relevante, entraria nessa lista. Quando o pai de Darren aparece em sua cozinha, em uma manhã qualquer, comendo donut de chocolate, mal sabia o menino que nos próximos segundos a revelação que deixaria seu mundo ainda mais de cabeça para baixo chegaria."

3 motivos para ler essa resenha:

1. Ela é sobre um livro narrado em listas.
2. Ela tambem foi feita em listas.
3. Você vai me deixar feliz.

4 fatos que você precisa saber sobre a história de Tão Insano Quanto Você:

1. O livro acompanha a vida de Darren, um garoto de 15 anos, judeu, meio tímido, sem muita experiência com garotas, meio incomodado com o próprio peso, cujos pais são divorciados e que tem um irmão mais velho chamado Nate.
2. O pai de Darren tem uma coisa muito importante para conversar com ele em certa manhã.
3. O assunto que o pai de Darren aborda com ele na mesa do café da manhã leva a um desencadeamento de situações que vai nortear praticamente todo o livro.
4. Eu não posso falar muito mais que isso sem dar spoilers (que mesmo que aconteçam bem no começo, é interessante descobrir durante a leitura).