{Resenha} Algo Belo

quarta-feira, 17 de maio de 2017


{Resenha} Algo Belo
A resenha pode conter spoilers dos livros anteriores
Sinopse

"America Mason é audaciosa, decidida e apaixonada — mais especificamente por um Maddox: Shepley, primo de Travis e de seus quatro irmãos. Diferentemente dos primos, Shepley é mais um amante que um lutador, mas uma viagem para a casa dos pais de America em Wichita, no Kansas, pode significar o próximo passo no relacionamento dos dois — ou o fim de tudo. Neste romance ágil e surpreendente, os leitores vão saber mais sobre a história de Shepley e America, o casal que já apareceu em outros livros da série Belo Desastre e deixou os fãs apaixonados. E, é claro, vão reencontrar os personagens mais amados da série: Travis e Abby!"
O Que Achei

Belo Desastre faz parte da minha vida há quase 4 anos. E desde que se tornou uma serie, me comprometi em segui-la sem reservas. No entanto... preciso começar com uma confissão: ler a história dos personagens secundários desse livro amado não estava na minha lista de prioridades. Eu não estava nenhum pouco curiosa sobre eles. Shepley e America, respectivamente primo e melhor amiga dos protagonistas da história original, Travis e Abby, nunca foram personagens tão marcantes, na minha opinião. Quase tediosos? Talvez. Mas conhecem o ditado, ‘Nunca diga desta água não beberei’? Bebi. E é docinha.

"-Minha melhor amiga me chama de Mare.

Ele suspirou.
-Pronto vou virar amigo..."
O enredo da autora continua absolutamente previsível, mas isso não me impediu de me divertir muito durante a leitura de Algo Belo, e o final deixou um irresistível gostinho de quero mais.

Algo Belo

A história de Mare e Shep foi original e realista – ênfase no ‘realista’, apresentando os impasses de um relacionamento, os momentos de felicidade e medo, seus altos e baixos, e como o amor é importante para sustenta-lo.
"-Onde quer que você esteja, eu vou estar com você. Não quero estar em nenhum lugar onde você não esteja."
Foi interessante ver a transição do casal secundário, ao se tornarem protagonistas de sua própria história; entender como se conheceram e o mais importante, como se apaixonaram. Infelizmente esse último não foi amplamente abordado, como eu gostaria, resultando num leve desapontamento. Mas nada que tenha prejudicado a leitura ou a contemplação desta.

"Eu não estava apenas apaixonado por ela. Era como respirar pela primeira vez, depois pela segunda, e cada respiração que veio depois."
É difícil ser imparcial quando se trata de qualquer Maddox. Eu amo esses caras, e as histórias que os envolvem. Contudo, esse foi o primeiro livro que dei 5 estrelas. Esta não é sua história mais extraordinária, claro que não. No entanto a escrita da Jamie me surpreendeu. Os diálogos estão mais sucintos, menos complexos e melhores estruturados. É um romance ágil, porém encantador. Recomendo!

Nota
Sentimento

Notacórnio

Val

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário