{Resenha} Amor de Cordel

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Amor de Cordel


Sinopse
"Aos 38 anos de idade, Carolina Borges achava que tinha a vida perfeita. Casada com Miguel, era feliz mesmo sem ter realizado o sonho da maternidade. No entanto, a convivência com o marido e seu bom desempenho profissional a deixavam satisfeita e segura. O destino lhe prega uma peça e, sem esperar, ela vê sua vida se modificar significativamente. Seu casamento chega ao fim, e sua carreira como terapeuta ocupacional, que sempre lhe proporcionou alegrias, passa a torturá-la. Isso acontece quando o jovem arquiteto Alexandre Bastos entra em seu consultório pela primeira vez, despertando em Carol sentimentos conflituosos que a farão repensar seus valores e a obrigarão a sair de sua zona de conforto para se arriscar em terrenos desconhecidos que poderão colocar em risco sua própria vida. Permeado por traições e intrigas, Amor de cordel é um romance contemporâneo que traz à tona assuntos do universo feminino, além de despertar a paixão até nas mulheres mais modernas e independentes."
O Que Achei
"O apartamento ainda não estava todo mobiliado, mas tinha o suficiente para me acomodar e eu estava pronta para iniciar uma nova etapa na minha vida." - Carolina
Amor de Cordel é um romance contemporâneo nacional, escrito pela autora Andrea Marques. Sua personagem central é Carolina, uma mulher de 38 anos, recém divorciada, que se vê com uma tarefa desafiadora depois de anos de estabilidade e, porque não dizer, comodismo. Carolina precisa se redescobrir.

Trabalhando naquilo que ama, e com um casamento sólido, Carol acreditava estar no caminho certo para uma vida feliz e tranquila. Exceto pelo fator surpresa, que mudou o seu destino. Miguel, o homem com quem foi casada durante 12 anos, conheceu outra pessoa e quer se divorciar. O baque repentino abalou as estruturas de Carol, mas não a derrubou. E é nesse ponto que somos apresentados a uma mulher forte e determinada, pronta para se reaprender.

Amor de Cordel

O destino a leva até Alexandre. Ele, um arquiteto de 27 anos, conhece Carol numa sessão de terapia, conduzida por ela. A princípio, Carolina, é uma mulher regida por inseguranças, decidida a ignorar seus instintos em função da convicção profunda de que não merece as novas oportunidades que a vida está lhe oferecendo. O romance se desenvolve a partir daí, e é delicioso de ler. Alexandre é jovem e faz Carol experimentar coisas novas.

Acho que podemos chamar Amor de Cordel de "quebrador de paradigmas". Andréa Marques te convida para uma conversa sobre valores e a transforma numa bela história de amor e redescoberta. Uma redefinição da própria vida diante das estereotipais que contaminam o mundo e escravizam a sociedade.

A narrativa é fluida, guiando os acontecimentos de forma natural. Sobre isso tenho apenas duas ressalvas: por ser narrado em primeira pessoa, temos uma noção abrangente dos pensamentos de Carolina, que é permeado por devaneios, principalmente quanto a Terapia Ocupacional. Em alguns momentos os detalhes foram muito técnicos, sem relevância para a história, a menos que você tenha interesse na profissão. O outro ponto são os diálogos, por vezes muito formais. Acredito que as conversas poderiam transcorrer de maneira mais habitual á como nós falamos no dia a dia, tornando-as, assim, mais descontraídas. Contudo, esta são apenas ligeiras observações que em nada atrapalharam o desenrolar da trama.

Ao finalizar a leitura, conclui que Amor de Cordel é um livro fascinante, repleto de acontecimentos marcantes, e permeado por um sentimento de renovação. Embora não seja classificado como literatura Hot, acredito que seja mais voltado para o público adulto. Leitura recomendada!

Nota
Sentimento
Notacórnio

Val


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário